top of page

Nilcemar Nogueira recebe Diploma Mulher Cidadã Leolinda Daltro, em solenidade na Alerj


A fundadora do Museu do Samba, Nilcemar Nogueira, recebeu na última segunda-feira, 27 de março, o Diploma Mulher Cidadã Leolinda Daltro, em cerimônia promovida pela Comissão de Defesa dos Direitos da Mulher da Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro (Alerj). Na ocasião, foram homenageadas 10 mulheres que protagonizam a luta pelos direitos femininos em diferentes áreas de atuação.


A presidente da Comissão, deputada Renata Souza (PSol), destacou a importância da premiação. “O Diploma Leolinda Daltro, que está na sua 20ª edição, faz justiça àquelas mulheres que se comprometem com a vida de outras mulheres. São dez mulheres, que em diferentes campos, constroem oportunidades para que outras tenham acesso à saúde, à educação e demais direitos básicos. É fundamental que a Alerj, juntamente com a Comissão, faça esse trabalho de reconhecimento e justiça”, destacou a deputada.


“O Museu do Samba é um quilombo urbano, onde atuamos na capacitação de mulheres, crianças e jovens, em projetos que conscientizam sobre a importância cultural de nossas origens africanas, combatem o racismo e promovem o resgate e a valorização do samba , a maior identidade cultural do Rio e do nosso país”, afirmou emocionada.


Além de Nilcemar, também foram homenageadas com o prêmio Leolinda Daltro as seguintes mulheres: Gabriela Von Beauvais, Celecina Rodrigues, Cládice Diniz, Fernanda Sixel, Claudenise da Silva, Luciana Marina, Mara Ribeiro, Maria Lúcia e Shirley Delgado.


O diploma foi criado na Alerj, em 2003, e desde então já condecorou diversas mulheres, após criterioso processo de seleção e votação. Leolinda de Figueiredo Daltro foi educadora, ativista e fundadora do Partido Republicano Feminino, desempenhando um importante papel como precursora do feminismo


Comments


bottom of page