top of page

DVD Baianas de Acarajé nas Escolas será lançado com ação educativa

Updated: Mar 3, 2023



O Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan) e o Comitê de Salvaguarda das Baianas de Acarajé do Estado do Rio de Janeiro, em parceria com o Museu do Samba, lançam na próxima sexta-feira, 3 de março, o DVD “Baianas de Acarajé nas Escolas”.


O evento de lançamento acontecerá na sede do Museu do Samba, na rua Visconde de Niterói nº 1296, na Mangueira, bairro da Zona Norte do Rio, a partir das 10h, e reunirá diretores de escolas, professores, alunos e autoridades das áreas de educação e cultura.


A programação terá exibição do DVD, roda de conversa com educadores, e uma ação de transmissão de saberes e degustação para crianças da *Escola Municipal Uruguai e do CIEP Nação Mangueirense, localizadas no entorno do museu. As ações com os estudantes fazem parte do programa de educação patrimonial conduzido pelo Educativo do Museu do Samba, com apoio institucional do Unibanco*.


Gravado com o apoio do Iphan em 2021, durante a pandemia de Covid-19, o DVD será utilizado como material de apoio por instituições de ensino que desejem realizar ações de educação patrimonial sobre a cultura e as tradições de origem africana. No audiovisual, quatro baianas de acarajé se revezam para contar as origens e a história do ofício, que data do século XVIII, assim como segredos das vestimentas e das receitas de acarajé e seus acompanhamentos. O DVD será disponibilizado, gratuitamente, para as escolas que solicitarem e seu conteúdo também pode ser acessado no link https://www.youtube.com/watch?v=ZjABkV6NrEM

A atividade das baianas de acarajé foi reconhecida como Patrimônio Cultural Imaterial do Brasil, pelo Iphan, em 2005, como Patrimônio Imaterial da Bahia, em 2012, e como Patrimônio Cultural Imaterial da Cidade do Rio de Janeiro, em 2022. Segundo a Associação Nacional das Baianas de Acarajé e Mingau, Receptivos e Similares (ABAM), a estimativa é que existam cerca de 10 mil pessoas trabalhando nessa atividade em todo o Brasil, sendo que 90% são mulheres.

Comments


bottom of page